Como introduzir frutas na dieta do seu filho?

Está se preparando para iniciar a introdução alimentar do seu bebê

Normalmente as frutas são os primeiros alimentos sólidos que introduzimos na dieta do bebê perto dos 6 meses de vida. (Quem vai definir a data correta será o pediatra da criança)

As frutas fornecem numerosos benefícios para as crianças, sejam elas consumidas inteiras, em pedaços, em geleia ou em sucos. As crianças devem se familiarizar com a fruta desde cedo e se acostumar a comê-las sem quaisquer aditivos como açúcares, mel e cereais.

Devido ao alto valor nutricional que os frutos têm, eles podem ser introduzidos para as crianças juntamente com a amamentação, sempre seguindo a indicação do pediatra responsável pelo bebê.

Quando as frutas estão maduras, elas são facilmente digeríveis e podem ser comidas cruas ou cozidas, mas tenha em mente que quando você cozinhar as frutas, elas perdem uma quantidade notável de minerais e nutrientes. Portanto, o valor nutricional será reduzido.

Para bebês e crianças que apresentam estômagos muito delicados, a fruta cozida pode ser uma boa alternativa para o início. Você pode cozinhar as frutas em um pouco de água. Depois que a fruta estiver bem cozida, salve a água, pois pode ser bebida mais tarde.

A casca ao redor da fruta é geralmente menos digerível que a polpa, então quando for iniciar a introdução alimentar é recomendado que a fruta seja descascada.

Frutas açucaradas, como tâmaras, uvas e figos, têm alto valor nutricional e são ricas em minerais. Seus filhos poderão digeri-las mais facilmente na forma de geleias ou sucos.

Frutas como melão e melancia contêm muitas vitaminas e também são suculentas. Devido ao seu alto teor de água, elas são refrescantes, alcalinizantes e purificadoras.

Os pediatras devem ser consultados antes da incorporação de frutas cítricas, como laranja, limão, maracujá e abacaxi. Essas frutas podem desencadear alergias. Elas geralmente só são recomendadas depois que a criança atinge a idade de 18 meses.

Uma dica importante é introduzir as frutas durante o café da manhã ou logo após o café da manhã. Dessa forma, os bebês terão todas as vitaminas de que precisarão durante o dia.

Porções de frutas diárias recomendadas para bebês

Dependendo da ingestão de vitamina da criança, os frutos devem ser consumidos nas seguintes porções:

  • Banana: ½
  • Melão: ½ xícara cortada em fatias
  • Melancia: 1 porção de 6 × 4 centímetros
  • Manga: 1 pedaço pequeno
  • Pera: ½
  • Goiaba: ½
  • Mamão: ½ xícara cortada em pedaços

Lembre-se de que a fruta que você fornece para o seu filho deve depender da idade. É por isso que é importante consultar o pediatra da criança.

É super normal para o pequeno rejeitar a fruta ou o suco no início da introdução alimentar. Isto é simplesmente porque é um novo gosto que o seu paladar terá que se adaptar, uma vez que eles só consumiram leite até agora.

Lembrando que, na maioria dos casos, as frutas só devem ser introduzidos na dieta de uma criança após os 6 meses de idade.
Ao introduzir frutas na dieta do seu filho, evite sempre o açúcar. Aproveite o açúcar natural encontrado nas frutas (frutose). Não é necessário adicionar nenhum tipo de açúcar processado.

O açúcar fornece calorias e, para uma criança que esteja se desenvolvendo, pode ser muito ruim para o pâncreas. O açúcar pode ter consequências desastrosas após um longo período de tempo.

Portanto, as frutas devem ser consumidos sem adição de aditivos, especialmente durante os primeiros anos de vida da criança.

Principais benefícios das frutas

As frutas são um alimento que fornece inúmeros benefícios e aqui vamos listar alguns deles:

  • Eles promovem o desenvolvimento dos tecidos.
  • O cheiro estimula a atividade cerebral.
  • Frutas ajudam a manter as gengivas saudáveis.
  • Elas são importantes para o bom funcionamento dos nervos e músculos.
  • Algumas frutas possuem propriedades laxativas.
  • Elas estimulam a secreção de saliva quando mastigadas.
  • Frutas regulam as atividades digestivas.
  • Suas cores estimulam a atenção.
  • Elas aumentam a concentração de glóbulos vermelhos e favorecem a oxigenação

Conclusão: introduzir frutas na dieta de qualquer criança só oferece benefícios, além de ser um alimento natural, gostoso e que você pode ter na bolsa maternidade sem ter muito esforço para oferecê-la aos pequenos.

Colocando em prática uma forma saudável e nutritiva de alimentar nossos filhos garante a criação de hábitos importantes que nossas crianças manterão para o resto de suas vidas.

E a melhor forma de colocar isso em prática é sendo um bom exemplo para os filhos, se alimentando bem e de forma saudável.

Sou Marília Tannuri Verni, mãe de 2 meninos (Ian – 11 anos e Lorenzo – 5 anos), publicitária, idealizadora do Portal Grávida em Campinas e Proprietária do E-commerce Petit Papillon Bebê & Criança. Uma apaixonada pelo universo infantil e por todas as chances que a maternidade nos proporciona.

Compartilhe!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *